Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2012

Encontro das águas

Eu vi um encontro acontecer,
era tão belo, simples e singelo. Ela o esperava, com aquela vista (da janela) tão bela.
Ele á encontrava, e sua leveza e elegância mais parecia uma dança.
Tinha horas que as diferença eram esquecidas
Ele era ela, ela encaixava em sua vida. Ele com sua calma, ela com sua energia.
Mais havia horas que ela era vento e ele ventania. Era um encontro que já tinha visto, Era o negro com o barrento
Era um encontro de águas
Era a força de um fogo
Eu fico feliz ter visto da janela
Um encontro de sorrisos, vinhos e alegria.
Um encontro que vi aquele dia
Um encontro tão belo,
Que guardarei no meu eterno.

Caminhos de cá

Agora me deu uma louca vontade de sair por ir...
Festejar essa dia sem razão
Esquecer o me machuca 
Lembrar do que me deu a mão
Sair somente pelas ladeiras de cá
Deixar pra la.. a tal razão 
Sorri com o coração

Agora me deu uma louca vontade
De chuva ao luar 
Um vontade de beijar
E milhões de notas pra cantar

Essa Bahia...

Entre becos e ruelas
Entre amores e receios
Entre sonhos e realidades
Encontro-me na Baia
Bahia de um Senhor do Bonfim
Bahia que descubro a cada esquina
Uma gente bonita e hospitaleira
Um gente alegre e cheio de vida.

Quem se atreve a dizer o que a Bahia tem?
Eu me permito a levar no ritmo deles.
E olhe, eu gosto!!

Quando você vem.

Quando você me entendeu
Eu não entendia nada.
Eu queria poder;
Te encontrar,
Te entender,
T e conquistar
Esquecer...
Me encontrar
Me entender
E só me amar
Mais quando você vem...
Me falta o ar
As palavras
Sinto desarmada

E agora que percebi, a porta sempre esteve fechada.