Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Lua

Onde andará você ? vago pela madrugada perdida te procurando... Me pergunto, será que ao menos sente minha falta ? Minhas flores murcharam  Meu passarinho não canta mais.
Minha alegria foi-se junto com a lua. Minha noite findará..

Meu sol nem brilhará

Eu

Eu queria dançar, brincar,pular...
Mexer com a magia dessa cidade
Brincar com alegria das crianças
Me inspirar com a poesia dos boêmios
Chorar com os desiludidos
Eu queria gritar o amor
O amor dos apaixonados
O amor dos loucos
O amor que sei que existe.
Eu quero gritar minha saudade, minha paixão
Que persiste (machuca).
Eu sou a menina
Eu sou a Mulher
Eu viro bicho se for preciso
Eu sou o amor, a dor e o que preciso FOR

That silent sense of content

Encantada observo a lua em sua  plenitude, fico feliz!
Ela é minha cúmplice, me leva até você!
Me encho de desejo e fico a imagina-lo



Meus corpo livre, deseja dançar na madrugada...
E me perder toda vez que os meus olhos encontrarem o seu!
Você é a batida mais perfeita dessa musica 
Pra você té componho um samba.

Vou pedir pro tempo parar um segundo e eternizar cada brilho do teu olhar 

Chegaste tão efêmero (sem eu menos perceber) FOI-SE.
Mais minha poesia não permitira que te esqueça,


Você é a minha alegria e uma grande parcela do meu querer bem.
Você é o que todos chamam de saudade
Você é  minha paz 
Uma paixão que invade 












Será?

Ô poeta por que choras?
Não vês que so teve di voar!?
É, voo e levou  alegria, deixando essa saudade que nem chêro de frô tem!
Levou toda verdade que acreditava,
Levou a parte doce da historia.
Ô seu moço, não vês que ele levou a minha inspiração ,
Levou té a tal da razão
É eu sou moço?
Será que me levou no coração?


*Uma lembrança de uma boa historia, terei saudades seu moço.

Distancia

Hoje conversando com lua
Falei de mim e toda a confusão que se instalou em meu peito Pensei em você e na distancia Calei por que vi que não  tinha nada a fazer



Chovia

Chovia e a noite nos pertencia
Enquanto eu  brincava entre os pingos
Você sorria...
Eu encantada descobri que era perfeita sua companhia
Chovia e eu FELIZ acompanhava a poesia que o cercava nessa noite linda
Eu flutuava
E me perdia na noite
E o amor que se concretizava
Ficou pra sempre no meu coração

Leva eu

Vem me fazer sonhar Quero brincar nesse mundo cheio de sonhos

Quero dançar entres  flores e pedir que ele  vá, sem olhar pra trás. Vou amar pra sempre...  Mais agora,

Leva eu Saudade... Leva  pra longe, ou melhor coloque dentro de um poema 

Foi Paixão que fez tudo mudar É paixão que faz tudo se perder  É nó que não se desfaz  Amor quando é de-repente  É facão que corta rente Deixa marca e não passa 
Tempo leva eu
Me leve pra bem longe

Poesia de cá pra la..

Cante de la..
Que escrevo de cá
Cê canta seu sonhos
Eu escrevo meus devaneios
Cê canta seu orgulho
Eu escrevo meus desejos
Cê canta um amor em sinopse
Eu transformo meu amor em uma grande história
Eu escrevo do mar pra lembrar o ARI
Tu
canta de la toda  a tua alegria
Eu escrevo de cá o norte com meu coração
E tu canta de la...o Nordeste com paixão
Somos o encontro das águas
Somos o encontro do NÃO
Eu canto minha poesia
E tu torna poético teu canto
Cante de la..
Que escrevo de cá

Meu samba raro

Quando escrevo minha alma chora Deve ser porque ela grita por um segundo de você  lhe transformei em saudade para eterniza-lo em meus versos. Lhe transformei em alegria pra ser uma boa companhia  lhe transformei em bem querer pra não me esquecer que é de você que escrevo 
Sinto falta de tua pele  Sinto falta do teu sorriso, dos teus lábios vermelhos, do teu olhar  Sinto falta do teu cheiro e tua implicância  Sinto falta até das provocações Eu sempre soube que sentiria tua falta  Você é meu samba raro

Existe um elo

No meio da noite
vago solitária
esperando
um fio
de
luz                                 é saudade que se pronúncia
                                                é tristeza com alegria  
                                                          é amor e fantasia
                                                                  é vc
                                                                          sou eu
                                                                                   é um nó!