Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Saudade de la...

A saudades tem cheiro, hoje ela cheira a jasmim.
A saudade tem cor de carmim
A saudade tem sabor de dendê
Saudades eu senti por que hoje veio a chover
Saudades vivi longe de você

Recordar com saudade é a certeza de que tudo foi bom!

Nada e tao belo

Perco-me nas horas
Buscando coragem
Procuro as flores mais lindas...
(...) ainda sim nada e tão belo
Desenho sonhos,
Procuro razão para as cores
Ainda sim, nada e tão belo
Festejo esse dia com os pássaros a cantar
Mais ainda sim nada e tão belo
Beleza eu só encontro no brilho do teu olhar

Já compus serenatas
Sorri com a alegria das crianças
Mais nada atingiu a beleza do teu olhar

Nesse dia tão feliz, que nasceu você minha flor de Liz
Não encontrei nada mais tão belo que pudesse te presentear

Então lhe trago meus versos
e misturo com a beleza do teu olhar.

Agora vem dizer...?

Eu sou uma brincante da vida,
Eu danço o samba das horas,
Uso do inesplicavel como meu senso de contentamento.
Eu declamo a vida.
Eu transformo minhas dores em rima
Eu brinquei de acreditar...
E nunca saberei se foi verdade oque vivia a falar.


"Erra quem sonha com a paz
Mas sem a guerra
O céu existe pois existe a terra
Assim também nessa vida real
Não há o bem sem o mal.
Nem amor sem que uma hora
O ódio venha
Bendito ódio
Ódio que mantém a intensidade do amor"
(Roberta Sá)

Seguir o coração ?

Corre um zum, zum
Que ele foi mais um.
Mais digo a qualquer um
Meu coração mansinho batia
Mais apareceu aquele doce
E meu coração bateu dum dum
                                                    Eu vesti-me de flores
                                                    Procurei outros amores
                                                    E meu coração batia dum dum
                                                                                                    Eu dancei sonhos
Chorei de alegria
Fiz mil poesias
E meu coracao dumdum
E passava as horas
Conhecia outras historias
E meu coração dum dum
Então conversei com meu coração
Disse a ele: O mermão, esse tal de dum dum não passa?
Ele respondeu : Nao!
Contrariei meu coração
Escrevi inté uma oração
Mais o danado explicou o dum dum
Não passa não!
Eu contrariada  fiquei...
E meu coração bate dum dum ate então.

Cores.. amores..sem dores

Me vesti de cores...
Peguei meu vestido amarelo-sonho e corri pela rua das flores
Colhi amoras todas bem vermelhas e fiz um doce pra você
Pintei com verde aquela historia cinza de nao mais viver
Cobri de lilas os meus dias opaco
Propus ao meu amado uma vida cor de rosa (ele não aceitou), tudo bem
Verde também a cor do "Não"  na minha historia.

Dancei com as margaridas e, eram branquinhas como a neve
Vermelhei-me as buchechas, o moço da venda me viu dançando.
Mais nao me importei...
Dançava sonhos de alegria


                                                                                          Se me visto de azul, branco, sonho, mel, carmim...
Me visto de esperança.

Sorte triste

Depois daquela manha...
Os dias ficaram mais longo
As horas ficaram mais doloridas
Os pássaros deixaram de cantar
As flores em meu jardim morreram
Depois daquela manha
Minha poesia calou-se
Meu canto calou-se
A beleza do por do sol não e a mesma
Depois daquela manha eu esqueci como se sorri

Depois daquela manha
Eu dancei na chuva, mais ninguém me acompanhava
Eu contei as estrelas  mais elas não brilhavam
Eu parei de ouvir a voz doce que me falava

Eu me despeço dessa manha
Com meu coração pequeno
com minha alma doendo
e dizendo por TODAVIDA continuarei te querendo

Seu perigo

Eu tomo pra mim os versos seus,
Não sei se devo mais agora são meus.
Cuidado comigo
Também sou um perigo,
Se lhe tenho em meus bracos te deixo muido

Se lhe beijo a boca, eu ficarei feliz por ter vivido.
Colar o meu corpo com o seu, isso faz sentido.
Eu quero falar...
Dizer que te amo
Dizer que te chamo
Dizer que você e meu vicio

E sim, eu sempre quis falar isso.

Coisinhas de Meninamuié  e Dum dum

Poetante sua vida é uma obra

O poetante me faz flutuar com sua poesia
Ja provei amoras e um doce café
Ja bebi seus poemas dançando com as flores furta-cor de cá
Poetante eu beberia cada segundo do seu cantar

O Baiano mineiro paulista faceiro, que me faz esquecer até um cadinho do moço de la...
Te descobrir a cada clik faz de mim a muié feliz.

Ô-se- amo seu palavriar , e com ele colori com amarelo-sonho o meu homenagiar


bjs de cá meu inspira(dor) e nesse caso inspirafelicidades

Minha Culpa sua‏

Vento do norte que sopra como forte obra
opera sua ópera cordial e fiel Penso na morte que corta a vaidade tão morta e segue sua rota perpassando o céu Toco sua mão levemente e seguro olho seus versos e vejo o futuro e se por um segundo eu sou doce ela é pra sempre meu mel.

Por Rone Dum Dum (UM DOCE)

Meu Salve

Salve as horas que sorri
Salve o dia a flori
Salve as estrelas vidas daqui
Salve o menino
Salve a muié
Salve aquela preta guerreira
Salve a poesia de Nelson
Salve a alegria das crianças
E o ritmo da dança
Salve o Brasil
E o poeta que sorriu
Salve o norte e suas negonas
Salve Thomé o poeta bacana, que cheio de amor constroe seu nirvana
Salve Dum dum  o poeta da periferia, um homem doce que so me deu alegria
Salve Juju e sua LUZ, menina muié que reluz
Salve os amores , as paixoes e a poesia
Salve eu, você e aquele dia