Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2011

Noite Manauara

Que a noite traga pra mim Aquilo que nao pude ter Que as estrelas iluminem
aquilo que não pude decifrar

Que eu não tenha esse rosto de hoje  assim calmo, assim triste. Nem esse olhos vazios  e nem estes lábios amargos

Que eu não tenha essa mão sem força,
tão paradas, frias e mortas
Que eu não tenha esse coração que não se mostra

Vou compor um soneto duro  Como poeta algum ousara escrever. Eu quero pintar um soneto escuro,
seco, abafado e difícil de ler Com citações de Carlos Drummond de Andrade

Noite é assim

Que a noite traga pra mim, aquilo que não pude ter. Que as estrelas iluminem,

aquilo que não pude decifrar Quero dizer algo que poeta nenhum ousara escrever.
Vou escrever um soneto amargo, Seco, abafado e difícil de ler.

"Sou mermo"

Sou cabôca menina Muié do norte Muié nordestina Venho em verso te instigar Sou filha do nordeste Não nego o meu lugar


Venho Representando o Norte Me chamo  Líndia Linda+ Índia = Lídia É pra sua sorte que assim podes me chamar

Sou a flor do mandacaru
Nascida lá no sertão Sou estrela do céu a brilhar Anjo alado, gavião
Poeta da emoção
Prove tua doçura! Se tu chama RAPadura Comprove sua assinatura Mostre pro que tu chegou Que lhe quero acompanhar Nesse verso que lhe dou


Na base da rima trago daqui de cima Um passo da A

A noite

Em silêncio a Poeta tenta dormir mais o sono não vêm...
Na cama o travesseiro conselheiro sem palavras pra lhe dar, num caderninho os pensamentos querendo gritar.
Gritar com sua poesia
Hoje faço poesia, como quem chora a perda de um amor
Hoje faço poesia, como quem grita por saudades
Hoje faço poesia, pra quem só tem tristeza pra falar Faço poesia pra aliviar minha dor Faço poesia justamente pra aquelas pessoas que não sabem que rumo tomar Faço essa poesia pra dizer que não estou
Faço um silêncio em respeito
Respeito por tudo que acabou!




Citações de Elisa Maia e coisas de Menina muié

Vem

Meu sangue ferve Estou em chamas e você não vem.. Você me chama diz que tem, mais não vem.. Você reclama que não falo nada, e você não vem.. venha! Eu quero sentir o pulsar do teu sangue, Eu quero me embriagar com teu beijo, sentir tua boca, morde-las. Eu quero invadir teu corpo sussurrando coisinhas Eu mais que você, quero senti o aroma, te sentir na minha cama. Mais você não vem Venha que te mostro quem é doce de verdade.


Manaus é muda ?

Eu preciso falar E sei o que falar.. Agora pra minha raiz eu vou voltar Rima, poesia sei La... Sou do Maranhão mais tenho minha missão Amazônia dentro do meu coração
Meu modo de escrever é esse, não sou de embromar
Se sou índia, negra, cabocla ou mestiça sei La.
Tenho sonho de menina Tenho certeza de mulher Se sou do Norte ou nordeste POUCO ME IMPORTA
Eu quero é me expressar Eu sei que tenho uma tarefa Lutar por essa floresta Não floresta minha, floresta nossa! Sonho meu não, sonho nosso! Falei o que tinha que falar Gritei o que tinha de gritar Agora por favor, MANAUARAS
Se acomodar não dá! Vamos falar gritar, expressar.
A CULTURA DE PORTAS ABERTAS? Portas abertas pra onde? Quando é que teremos algo regional? Já sei vamos fazer uma virada cultural (QUE ORIGINAL)! Pra apresentar SIDNEY MAGAL Pro encerramento algo regional, SIMONINHA junto com seu pessoal
Ah MANAUS, VAMOS ACORDAR!
Se sou daqui ou de la... Pouco me importa. Vou falar gritar e tenho certeza que não será em vão alguém vai me escutar.

Vou Gritar

Eu queria dançar,brincar,pular.. Mexer com a magia da Cidade,
Com alegria das crianças, 
Com a poesia dos boêmios, Com a dor dos desiludidos. Eu quero gritar o amor, 
O amor dos apaixonados,  O amor dos loucos, O amor que sei que ainda existe. Eu quero gritar minha saudade, minha dor  meu amor que ainda existe e persiste. Eu sou menina, Eu sou mulher,
Eu sou bicho quando for preciso Eu sou o amor, eu sou a dor e o que for..
Eu sou menino, o homem ou até bandido. Eu sou o que quero ser, faço o que quero fazer Vou gritar o que sou ou qualquer outra coisa que for..

Fora do Eixo Letras realizou Sarau Literário na Hora do Planeta em Manaus-AM

A escuridão tomou conta da sede do Coletivo Difusão por uma hora para participação do ato simbólico promovido em todo mundo pela WWF. Instituições e a sociedade demonstraram sensibilidade e preocupação com o aquecimento global apagando as luzes durante 60 minutos.
Aproveitando o escurinho, o primeiro Sarau Literário foi promovido pelo núcleo de literatura do Coletivo Difusão e o Fora do Eixo Letras - FEL com a participação calorosa e sedenta de um público amante de poemas, contos e músicas.Se depender do meu esforço haverão muitos Saraus como esse.
é nós tamojunto!!
Vejam as fotos no flickr do Coletivo Difusão e saiba o que rolou.

Cartola - Tive sim

Não ele não vai mudar

Andei a madrugada pensando sobre você. agora sei que tudo é mentira Não quero ser tua amiga, tua inimiga  nada! Você nunca será real, Você nunca fala a verdade.
Verdade Sua vida sempre será um grande mentira.

Volta pra mim..

Chove e o Jazz não acompanha mais minha rima. A cidade ta quente, abafada, Não tenho mais uma linda ou quente historia pra eternizar nos meus versos.  O silêncio que tomou conta da minha poesia é tão grande, que não permite que o jazz me envolva no seu ritmo. No mundo não haveria  frase melhor pra definir o que sinto, Vazia, Sem inspiração. Hoje foi embora e até agora NÃO voltou.

Suor

Me vejo perdida.. nessas infinitas horas que vago sozinha pela casa  Não encontro nada que me faça companhia
Meu muso foi-se.. o menino não sussurra mais.. Calou-se!
O silêncio me incomoda Nessas noites frias é que queria suar em um ponto mais denso que o calor..
Descobrir seu corpo e mostrar como as paredes suam nos dias úmidos


O Mar anhão

Sinto saudades do mar, Quero sentir a espuma nos meus pés, Quero colocar a poesia em sintonia com som do mar!
Saudade do balanço das ondas Saudade da areia branca Saudade do salgado e azul M A R

Eu canto..

Canto com meus versos...
Sou uma poeta tomando partido de um ideal que construí ao longo da minha vida artística

Sou poeta e  minhas palavras jamais ficarão em silêncio! Não posso me calar como muitos. Estou aqui pra gritar, expressar e dizer chega!
Gritar com eles e dizer que...

Ser músico é ser a manifestação do povo É deixar de ser você E se tornar uma causa maior Isso é ser músico pra mim


Citações de Menino Doce e coisas de Menina muié

Quer saber o que sinto?

Não faço das minha rimas uma mentira. Não escrevo so pra impressionar
Falo de verdades sem fantasia, sem  romantismo 
Sou poeta , sou menina, mais muito mulher pra dizer o que sinto. (...)
sinto nojo  sinto raiva 
sinto repúdio Se não existe verdade no que escrevo,

não existe verdade em nada.  Minha poesia me da essa válvula de escape, posso vomitar o que acho ruim.
Vomito em cada verso, cada letra 
Se eu não puder morrer, ressuscitar, rodopiar, gozar, para mim não é poesia, é prisão.
*Citações de  Camila Senna

No silêncio

No silêncio da noite pensei que..
O dia não tem o mesmo brilho sem voce,
O vento ja nãoé tão suave sem teu sorriso,
A lua ja não é tão bela sem o teu olhar,
Meus sonhos ja não tem a mesma força sem a tua confiança,
Meus versos ja não tem tanta alegria sem sem a tua doçura,
O MAR nao tem tanta graça sem o ARI,
Minha vida nao será mais a mesma sem voce aqui.

O que o nordeste tem ?

Tem alegria
Tem fantasia,
Tem crioulas dançando,
Tem um preto velho rezando ,
Tem uma magia encantando.
E pra beber tem jurubeba,
Pra adoçar tem rapadura.
Pra todos que visitam, uma linda cultura...
Tem fome como em todo lugar.
Tem mulheres guerreiras pra filhos sustentar.
Tem filhos da terra pra se orgulhar.
O que mais pode espera?
Tem cuscuz, tem renderas, tem cantoria das lavadeiras...
Tem caninha e tem poesia.
É tanta felicidade por la.. que so posso me orgulhar.
Meu coração é nortista, mais o nordeste ferve em minhas veias.
Quer descobri? aparece por la..
Manda um beijo dessa PRETA e avisa que logo, logo eu vou voltar.

Poetante

Poeta, não é somente o que escreve.
É aquele que sente a poesia, se extasia sensível ao achado de uma rima à autenticidade de um verso.


Meu querido e doce poeta... es capaz de intender a alma dessa pobre poeta?
Doce e gentil  poeta, conheces a dor que ainda sangra em meu peito?
Sua poesia me deu vida, assim como tu,  vou bebe-la, e me embriagar dessa vontade de acreditar!

Doce menino por que és assim?
Não vês, que a verdade é só o que quero de ti?


Se não fosse meu querido Poetante, o que seria de mim?


Por Menina Muié e Citações de Cora Coralina